A coisa vai esquentar! EUA e Coreia do Sul irão realizar manobras militares

25/11/2010 00:33

Mais um teatrinho em prol do Governo Mundial vai começar...

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul definiram hoje a realização, no próximo domingo, de manobras militares em resposta ao ataque norte-coreano à ilha de Yeonpyeong.

Os países chegaram a este acordo após uma conversa telefónica entre os presidentes Barack Obama e Lee Myung-bak, informou a agência local Yonhap.

As manobras serão realizadas durante quatro dias no Mar Amarelo e contarão com a participação do porta-aviões nuclear norte-americano «George Washington».

Fontes militares norte-americanas em Seul assinalaram que a China já foi informada das manobras, depois de no passado ter criticado os exercícios militares dos EUA e Coreia do Sul nesta tensa zona marítima, próxima da costa chinesa.

O porta-aviões USS George Washington, movido a energia nuclear e transportando 75 aviões de guerra e 6 mil tripulantes, partiu de uma base naval ao sul de Tóquio e deve unir-se às manobras militares sul-coreanas, indicaram funcionários norte-americanos em Seul.

«Este exercício é de natureza defensiva», indicou o comando das forças dos EUA na península coreana. «Embora já tivesse sido planeado bem antes do ataque de artilharia de ontem, que não foi provocado, demonstra a força da aliança dos EUA com a República da Coreia (do Sul) e o nosso compromisso com a estabilidade regional por meio da dissuasão», refere um comunicado militar.Diário Digital

Coreia do Sul VS Coreia do Norte ou EUA VS China ?

Notícia da Band: A Coreia do Norte afirmou que está pronta para a guerra e os Estados Unidos enviaram um porta-aviões para realizar manobras de guerra com a Coreia do Sul. No entanto, a Casa Branca espera apoio da China para uma saída diplomática para a crise.

Além do porta-aviões, os EUA mobilizaram navios para participar dos exercícios junto com a Coreia do Sul no domingo. A demonstração de força do Estado americano é uma tentativa de evitar novos ataques norte-coreanos. O regime comunista bombardeou uma ilha do país vizinho e afirmou que está pronto para o confronto armado.
 A artilharia matou dois militares e dois civis sul-coreanos. Já a Casa Branca acredita que o ataque está ligado à sucessão da liderança do país comunista e pediu apoio da China para acalmar a tensão.

Fonte: http://www.provafinal.net/?p=1233 e http://www.band.com.br/jornaldaband/conteudo.asp?ID=100000371767