A iniquidade dos últimos dias: Agora gays podem gerar filhos

10/12/2010 00:15

04 Gay Activists

"Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória de Yaohuh imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis. Por isso Yaohuh os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. Trocaram a verdade de Yaohuh pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém. Por causa disso Yaohuh os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão."  Romanos 1:22-27 

É o fedor da iniquidade dos últimos dias chegando nas narinas de Yaohuh! Hoje não é mais necessário casamento, e tudo aquilo deixado pelo Criador como natural foi abandonado pelos homens. O deus da nova ordem mundial maçônica cegou o entendimento humano. Baphomet (vide imagem abaixo) descrito como um ser andrógino (metade homem e metade mulher) tem usado a ciência para espalhar sua imoralidade e continuar a marcha da sociedade rumo a perdição eterna. Veja a notícia:
- Pesquisadores americanos usaram células-tronco para gerar um rato a partir de dois machos, em uma operação que poderá preservar espécies ameaçadas de extinção, além de ajudar casais homossexuais a ter seus próprios filhos.

Segundo o estudo publicado nesta quarta-feira, na revista Biology of Reproduction, cientistas do Texas especializados em reprodução manipularam células-tronco provenientes de um feto macho (XY) de rato para produzir células-tronco pluripotentes induzidas (CPi).

Algumas células-tronco que foram obtidas desta forma perderam naturalmente seu cromossomo Y para se tornar uma célula-tronco do tipo XO. Estes ratos cresceram e puderam cruzar com ratos machos normais, gerando um animal com material genético de ambos.

O estudo foi conduzido por Richard R. Behringer, do Centro Anderson de Câncer. Os pesquisadores declararam que com uma variação desta técnica "também será possível gerar esperma a partir de uma doadora e produzir machos viáveis e fêmeas através de duas mães", apesar do caminho para se aplicar isto a humanos ser longo. 

Fonte da notícia: http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4836353-EI8147,00-Cientistas+dos+EUA+geram+rato+a+partir+de+dois+machos.html