Após a reunião da OTAN, estamos rumo a uma nova era neo-fascista?

22/11/2010 01:19

A Cimeira já lá vai e a obsessão com a segurança também…

Cimeira que afectou a vida de mais de um milhão de portugueses e que colocou os lisboetas e todos aqueles que se deslocaram à capital portuguesa à beira dum ataque de nervos.

Na retina fica a ideia que em breve teremos um estado omnipresente e totalitário que restringirá a liberdade dos cidadãos e todos os seus movimentos.

O que dizer da recusa da entrada na fronteira dos cidadãos comunitários, por parte das autoridades portuguesas?

E dos exageros cometidos pela PSP na manifestação anti-NATO?

Durante uma semana Lisboa foi a cidade mais segura do mundo, por terra, mar (perdão rio) e ar.

E que ideia transmitiu a Cimeira para o resto do mundo?

Quem são os inimigos da Aliança que nasceu com a Guerra Fria?

Arriscar-me-ia a dizer que serão todos aqueles que não concordem com os ideais definidos pela camarilha de Bilderberg, tais como por exemplo, os BRIC (Brasil, Rússia, India e China) ou o Irã…

Será?

Parece-me que não…

Cada vez mais se esbatem todas as diferenças entre a NATO, a Rússia, a União Europeia e a ONU.

Parece-me um todo, nesta aldeia global, à beira da Nova Era, uma Nova Ordem Mundial, um mundo neo-fascista à nossa espera… 

Fonte: http://kafekultura.blogspot.com/