Campanha da ONU contra a fome: Mais um pretexto para a implantação do governo mundial?

21/10/2010 00:08

Recebi por email um apelo para assinar um abaixo assinado que encoraja as pessoas ficarem com raiva pelo fato de que 1 bilhão de pessoas passam fome e para pedir ações das autoridades. O slogan da campanha é "1.000.000.000 people live in chronic hunger, and I'm mad as hell" que na página em português está traduzido como "1.000.000.000 de pessoas vive com fome crônica, e eu estou louco de raiva!!". A primeira vista um movimento digno de elogios, correto? Correto, até a hora em que você vê quem está por trás da ação: a FAO, ou Organização de Alimentos e Agricultura das Nações Unidas.

Vamos lembrar inicialmente que em primeiro lugar a FAO é a responsável, juntamente com a OMS (Organização Mundial da Saúde), pelo infame Codex Alimentarius. O Codex Alimentarius, por trás de uma fachada de criação de orientações para produção de alimentos, esconde uma regime totalitário de controle de alimentos que visa suprimir o uso de suplementos alimentares como vitaminas, ervas e minerais, além de tornar padrão o uso de pesticidas até então banidos e o uso de trangênicos. Saiba mais sobre o Codex Alimentarius aqui.

Como tudo que vem da ONU, podemos esperar uma fachada benigna escondendo o real objetivo: controle populacional e governo global. Como o presidente americano Obama e o próprio CFR já disseram anteriormente, "é necessário uma solução global para um problema global". O padrão se repete, criam ou deixam acontecer um problema, para então trazer uma solução que envolva, de uma forma ou outra, um órgão regulador trans-nacional. Vimos isto acontecer com o aquecimento global (ops, quer dizer, mudança do clima), com a bio-diversidade (ainda estão no início), e agora utilizando a fome.

Vendo o suporte da FAO (através do codex) às grandes empresas de alimentos e produtores de sementes trangênicas e agrotóxicos como a Monsanto, não seria esta uma ótima oportunidade para "distribuir" sementes geneticamente modificadas para desestabilizar de vez a agricultura destes países sub-desenvolvidos e mantê-los dependentes para sempre?

Na página da campanha podemos encontrar as possíveis ações para combater a fome :

- dar oportunidades e educação para pequenos agricultores para eles produzirem alimento o suficiente (educação para utilizar agrotóxicos e trangênicos?)
- aumento das comunidades rurais para expandir oportunidades de trabalho
- diminuir a velocidade da migração rural->urbana
- mais ênfase em melhorar o acesso de pequenos fazendeiros ao mercado doméstico e internacional

Em sua página que descreve as razões de ainda existir fome no mundo, me surpreendeu a afirmação "Falta de comida não é o problema". Realmente esperava a velha ladainha de que não há comida o suficiente, e que a salvação seria os trangênicos, mas não. Ou que a fome existia por causa da super-população, que sabemos agora ser um mito.

Outro ponto, estando a maioria das pessoas que passam fome nos países em desenvolvimento, não seria esta ação uma forma de estabelecer controle sobre estes países, sob o pretexto de levar ajuda para os famintos?

E em uma amostra das reais intenções globalistas, no vídeo de divulgação da campanha, inserido logo abaixo, aproveitam para dar apoiar a mentira do aquecimento global antropogênico, dizendo: "parece que estamos presos num mundo em que não se pode mudar nada, a não ser o clima, toda vez que checamos os noticiários ou fomos atingidos por um sismo ou por uma tempestade, ou ....". Nada para se surpreender, já que a FAO é parte da ONU, que também gerencia o IPCC, um órgão de cientistas inescrupulosos e burocratas que raptaram o movimento ambientalista para levar à frente sua agenda de globalização e controle.

Eu honestamente gostaria muito de que se acabasse com a fome em todo o mundo, mas infelizmente acredito que esta campanha tenha objetivos menos legítimos que ajudar os famintos do mundo. A fome no mundo é planejada e tem muitos outros motivos do que estes que esta campanha anuncia.

Se houvesse alguma legitimidade nas intenções da ONU em acabar com a fome, vocês acreditam que iriam recomendar gastar centenas de bilhões de dólares em vacinas inúteis contra o H1N1 quando menos pessoas morriam do que com a gripe comum e milhares de pessoas morrem de fome todos os dias? 

Fonte: http://www.anovaordemmundial.com/2010/10/campanha-contra-fome-da-onu-apenas-mais.html