Casa Branca rejeita proposta de Ahmadinejad para dialogar com Obama

05/08/2010 01:23

A Casa Branca rejeitou, terça-feira, a proposta iraniana para um debate “face à face” entre o presidente Barack Obama e o seu homólogo Mahmoud Ahmadinejad, por considerar que este não fez prova de seriedade no dossiê nuclear, noticiou a agência suiça, ATS.

“Nós sempre dissemos que queriamos discutir o programa nuclear iraniano ilicito, se o Irão fosse sincero a este respeito”, declarou o porta-voz do presidente americano, Robert Gibbs, durante o seu ponto de imprensa diário.

“Até ao momento o Irão não fez prova de seriedade”, estimou Robert Gibbs ao sublinhar que a República Islamica “tem obrigações, no dossiê nuclear que deve cumprir”.

Segundo o porta-voz, o regime iraniano “muda de opinião” de acordo com a pressão das sanções. “Essas sanções começam a ter os seus efeitos”, assegurou.

Em relação a mesma questão, o departamento de estado, através também do seu porta-voz, Philip Crowley, disse se sentir “encorajado” por constatar a “vontade da parte do Irão em participar num diálogo que nós desejamos há muito tempo”.

Segunda-feira o presidente Ahmadinejad propôs publicamente um “face à face ” com o presidente Barack Obama, afirmando que o Irão estava pronto a um diálogo de alto nível com os Estados UnidosAngola Press

Uma das desculpas mais esfarrapadas que eu já vi, eu chamaria isto de cobardia. Ora, como todos sabem, primeiro os E.U.A estavam dispostos a dialogar, mas agora que Ahmadinejad propôs um diálogo «cara a cara» com o homólogo norte-americano, Barack Obama, para falar de «questões mundiais», num discurso difundido pela televisão pública, os americanos rejeitam.

 

Bem, eles têm de se decidir,… fica aqui mais uma prova que eles querem tudo menos dialogar, até porque contra factos não há argumentos, e Ahmadinejad conhece bem os factos e seria vergonhoso que Obama fosse humilhado em público. 

Fonte: http://www.provafinal.net/?p=798