Vergonha! Confirmado: Lula e Dilma apoiam discaradamente crime petista na Receita

12/09/2010 02:04

Quando a imprensa mostrou que o esquema petista de violação de sigilos fiscais vitimou inclusive a filha de José Serra, Lula recomendou cautela aos brasileiros, pois alguns de nós estávamos concluindo que os crimes cometidos pelos petistas têm alguma coisa a ver com os petistas. Por entender que as ilações apressadas ameaçam a segurança nacional, o Estadista Global pontificou:

"É importante a gente não precipitar a desconsideração a uma instituição [Receita] que tem se pautado pela seriedade, pelo sigilo, como se fosse guardiã de todos nós. Vamos saber o que está acontecendo porque não falta gente para tentar causar problema em época eleitoral".
Enquanto Lula fazia seu joguinho de sempre, os jornais traziam à tona mais crimes contra a Constituição cometidos por petistas, crimes que, fossem cometidos por gente do governo FHC, teriam motivado mil e uma passeatas de petistas pedindo a cabeça do presidente tucano.
Serra, então, teve a petulância de denunciar e levar o caso à televisão. Aí o candidato extrapolou. Sabemos que, na democracia petista, todo mundo tem o direito de concordar com o PT. Serra desrespeitou essa regra de convivência social, transtornando o Estadista Global. Indignado, Lula decidiu usar o 7 de Setembro para fazer o que faz melhor: mentir.
"O Brasil já cansou de ver esse filme: um candidato dispara nas pesquisas e aí começam acusações sem provas. Dilma está sofrendo agora o que eu já sofri no passado. Mas o brasileiro está mais maduro e não vai se deixar enganar. Ele sabe que Dilma é honesta e competente".
O violador do sigilo de Verônica Serra é filiado ao PT. Seus dados foram parar nas mãos de blogueiros a serviço do PT e nas escrivaninhas da campanha de Dilma Rousseff. Outra coisa engraçada é que as vítimas da Receita Federal Petista são ligadas ao PSDB e somente a este partido, que casualmente é o de José Serra. Mas Lula espera que os brasileiros estejam maduros e não se deixem enganar pelos fatos.
Quem se chocou com aquele pronunciamento teve um ataque apoplético horas depois, quando Lula apareceu na propaganda noturna de Dilma para referir-se a Serra como "candidato da turma do contra, que torce o nariz contra tudo que o povo brasileiro conquistou nos últimos anos" e acusar o tucano de "partir para os ataques pessoais e para a baixaria". Sem qualquer pudor, continuou: "Tentar atingir, com mentiras e calúnias, uma mulher da qualidade de Dilma Rousseff é praticar um crime contra o Brasil. E, em especial, contra a mulher brasileira". Lula desfez qualquer dúvida de que o projeto de poder do PT inclui a idiotização dos brasileiros até a completa nulidade cerebral. 

Fonte: http://www.midiasemmascara.org/artigos/eleicoes-2010/11415-voces-ouviram-o-que-o-lula-disse.html