Esta chegando a hora da marca: Governo lança nova identidade com chip. Eles vão te rastrear!

30/12/2010 17:25

O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, o presidente Lula e a primeira-dama Marisa Letícia durante lançamento do novo Registro de Identidade Civil (RIC), no Ministério da Justiça É... Está muito próximo... Este ano de 2011, e outros em diante, prometem... Enquanto a maioria do povo está festejando com seus deuses o final de mais um ano, o nosso querido governo manda "guela à baixo" seus planos, leis e tecnologias a serviço do governo mundial. Desta vez, é a tão esperada nova identidade chipada.

Esta nova identidade ainda não será a marca da besta, Mas:

- Apenas servirá para condicionar a mente da população, para que elas se acostumem com esta moda de microchips;

- É mais uma forma do nosso governo orwelliano implantar um sistema de estado policial e então, rastrear e vigiar a população.

- Será utilizado mais uma vez a velha regra de 3 (ação, reação e solução), pois tenho certeza que esta nova identificação, sofrerá fraudes, então, qual será a solução? Ora, é simples, tirem o chip do cartão e o apliquem na mão da pessoa.

Mesmo ainda não sendo a marca da besta, mas apenas uma preparação, não aceitarei este chip, pois desde já, rejeitarei toda manipulação do governo mundial. Agora tire suas conclusões, pois o aviso foi dado.

Veja a notícia:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou oficialmente nesta quinta-feira (30), durante solenidade no Ministério da Justiça, o novo Registro de Identidade Civil (RIC), documento que vai substituir as atuais cédulas de identidade. O governo estipulou o prazo de dez anos para que todos os brasileiros sejam recadastrados. Lula recebeu a carteira de identidade número 001, e a primeira-dama, Marisa, a 002.

Com o novo documento, o cidadão passa a ser identificado por um único número, a partir de um chip capaz de armazenar as digitais do titular, além de informações relevantes, como sexo, idade, filiação e naturalidade. Segundo o governo, o novo mecanismo vai evitar que uma mesma pessoa seja identificada por mais de um número de registro em diferentes estados, como ocorre hoje.

O governo espera produzir em 2011 cerca de 2 milhões de cartões que serão distribuídos, inicialmente, entre sete cidades brasileiras: Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Hidrolândia (GO), Ilha de Itamaracá (PE), Nísia Floresta (RN) e Rio Sono (TO).

Os primeiros cartões devem ser expedidos pela Casa da Moeda. A partir daí, os governos dos estados e do DF terão o prazo de um ano para começar o cadastramento e a implementação do documento.

A nova carteira de identidade nacional não substituirá documentos como CPF, título de eleitor e passaporte, mas terá o mesmo registro em todos os institutos de identificação estaduais do país.

Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2010/12/30/governo-lanca-em-brasilia-documento-de-identidade-civil-que-substitui-o-rg.jhtm

Contribuição: Daniel Jerônimo.