Fundador do PT declara voto em candidato da oposição e denuncia o continuísmo

18/10/2010 00:06

Fundador do PT, ex-deputado e vice-prefeito na gestão de Marta Suplicy (PT) em São Paulo, o jurista Hélio Bicudo declarou voto no candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, no segundo turno. "Eu voto no Serra no segundo turno. Com Dilma, teremos um sistema mexicano de continuísmo", disse em vídeo publicado no canal de Serra no YouTube.
"Se nós deixarmos a candidata Dilma ganhar nós vamos ter aqui no Brasil, ainda que se diga que não, um sistema mexicano. Um partido comandando o País durante 40, 50, 60, 70 anos, com todo esse passado de corrupção, que vai aumentando em cada momento em que esse mandato se torna maior".
Bicudo, que na primeira rodada das eleições apoiou Marina Silva, do PV, agora defende o voto em Serra por ele ser "um homem competente" e "sério". Para o ex-petista, não há marcas contra o passado do candidato do PSDB. O jurista ressalta ainda a experiência de Serra quando ministro no governo Fernando Henrique Cardoso e o classifica como um "excelente" governo do Estado de São Paulo.
Militante pelos direitos humanos, Bicudo alega que o "continuísmo" do PT na presidência por mais de oito anos "não é democrático". "A alternância de poder é uma característica da democracia", justifica.
Em setembro, Bicudo liderou outros juristas no lançamento do "Manifesto em Defesa da Democracia" durante ato na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em São Paulo.
http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4739650-EI15315,00-Fundador+do+PT+e+exvice+de+Marta+Bicudo+declara+voto+em+Serra.html