Futuro incerto: Governo português recomenda população a guardar alimentos e água para "situação de crise"

20/08/2010 15:28

Desta vez, o governo português segue o exemplo da FEMA e lança a campanha: "PREVINA-SE E VIVA!" - Que "aconselha" as pessoas a guardar alimentos, água e outros utensílios para uma eventual emergência. Algo está sendo preparado para nós, e certamente não é bom. Guerra nuclear? Cataclismas? Quem viver, verá! 

Veja a notícia e o panfleto sobre a campanha:

O ministro da Agricultura apresentou esta terça-feira a campanha «Previna-se e Viva», que passa por recomendar à população que guarde alimentos na despensa e numa mochila de emergência para responderem a situações de crise.

Num supermercado de Lisboa, António Serrando admitiu que já anteriormente, em 2005, tentou fazer avançar este dossier, que é uma «resposta obrigatória» dos Estados-membros da Nato. As perspectivas de segurança das populações em situações inesperadas e de Defesa Nacional obrigam a uma «resposta concertada e coordenada».

«Estamos a fazer o contrário do que se faz: depois de portas arrombadas, trancas nas portas», resumiu ainda António Serrano, sublinhando que a segurança não é apenas responsabilidade do Estado, mas também de «cada cidadão e de cada família».

Fonte: http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/agricultura-antonio-serrano-comida-alimentos-tvi24/1177449-4071.html

Contribuição de: http://www.youtube.com/user/abduzidobr