G8 passa por treinamento para o tribunal mundial

30/06/2010 00:00

 A criação do Tribunal Mundial de Justiça também faz parte da nova ordem mundial do reinado do Cristo cósmico (Baha’u’llah). Foi o seu filho Abdu’l’bahá que traçou as diretrizes para a ONU:

“.. todas as nações e governos do mundo deveriam ser selecionados delegados para um congresso de nações para constituir um tribunal universal de justiça para apaziguar disputas internacionais…” (16 DE JUNHO DE 1912 Palestra de Abdu’l’Bahá  na Igreja Congregacional Central Rua Hancock, Brooklyn, Nova Iorque)

Uma das funções do Tribunal Mundial é  conter as divergências internacionais. Os  blocos da Ordem Illuminati, nesse caso o G8, está sendo adestrado para aprender trabalhar em unidade  para a resolução das divergências como descrito nas noticias abaixo:

Cúpula do G8 condena Coreia do Norte e Irã

Os líderes dos países do G8 (grupo que reúne as maiores economias do mundo) reunidos em Huntsville, no Canadá, condenaram neste sábado a Coreia do Norte pelo suposto afundamento de um navio de guerra sul-coreano e apoiaram as sanções recentemente adotadas contra o Irã por causa de seu programa nuclear.

No comunicado divulgado ao final do encontro de dois dias, realizado em um resort a cerca de 215 quilômetros de Toronto, o G8 diz ainda que a situação na Faixa de Gaza “não é sustentável”.

No documento, os líderes afirmam que “deploram” o ataque que causou o afundamento do navio militar Cheonan, na Coreia do Sul, em 26 de maio, com um saldo de 46 mortos, e pedem que “medidas apropriadas” sejam tomadas contra os responsáveis.

O texto diz que uma investigação com a participação de especialistas estrangeiros concluiu que a Coreia do Norte foi responsável pelo ataque. A Coreia do Norte nega responsabilidade pelo episódio.

“Nós condenamos, neste contexto, o ataque que levou ao afundamento do Cheonan”, diz o comunicado.

Os líderes também afirmam que apoiam a Coreia do Sul “em seus esforços para responsabilizar os culpados” pelo incidente.

Irã

O comunicado final da cúpula do G8 diz ainda que a adoção da Resolução 1929 do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) “reflete as preocupações da comunidade internacional sobre a questão nuclear iraniana” e pede que todos os países implementem a resolução – que impõe uma quarta rodada de sanções contra o Irã.

O Brasil, que tem uma vaga rotativa no Conselho de Segurança, votou contra a resolução, aprovada no início do mês com o apoio de 12 dos 15 integrantes do conselho (a Turquia também votou contra, e o Líbano se absteve).

Brasil e Turquia haviam negociado um acordo para troca de urânio com o Irã, na tentativa de evitar a imposição das novas sanções.

O acordo, porém, foi considerado insuficiente pelos Estados Unidos e outros países que temem que o Irã esteja tentando secretamente desenvolver armas nucleares – alegação negada por Teerã.

No comunicado, o G8 diz que “acolhe e recomenda todo esforço diplomático” na questão nuclear iraniana, “incluindo aqueles feitos recentemente pelo Brasil e pela Turquia”.

No entanto, o G8 diz estar “profundamente preocupado com a contínua falta de transparência do Irã a respeito de suas atividades nucleares e sua declarada intenção de continuar e expandir seu processo de enriquecimento de urânio”.

O documento pede ainda que o governo do Irã respeite a lei e a liberdade de expressão.

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,cupula-do-g8-condena-coreia-do-norte-e-ira,572528,0.htm

Obs.Isso dá a impressão de que  globalistas estão buscando a paz, mas isso faz parte dos passos inicias do governo do Anticristo que devastará qualquer país que se opor a suas leis:

“Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres.”  (Daniel 7 : 7)

Fonte: http://apocalipsetotal.wordpress.com/