Golfo do México: Qual será o limite para a ganância do homem?

14/07/2010 02:08

"E visitarei sobre o mundo a sua maldade, e sobre os ímpios a sua iniqüidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos cruéis.” - Isaías 13:11

A maldade do homem já provocou a ira de Deus no passado: “Ora, a terra estava corrompida aos olhos de Deus e cheia de violência. Ao ver como a terra se corrompera, pois toda a humanidade havia corrompido a sua conduta, Deus disse a Noé: ‘Darei fim a todos os seres humanos, porque a terra encheu-se de violência por causa deles. Eu os destruirei com a terra.’” (Gênesis 6.11 a 13).

Qual será o limite para a ganância do homem? A destruição de boa parte dos seres vivos seria o limite? O vazamento de petróleo no Golfo do México é o pior desastre ambiental da história dos Estados Unidos.

Onde estão as ONGs, onde estão agora os orgãos de defesa ambiental que forjaram o aquecimento global? Onde está o Sr. Al Gore com a sua falácia?

Mas nós sabemos o porquê da falta de informação, a proibição por parte do governo dos EUA de mostrar este desastre para o mundo, a demora em trazer a solução, qual seria realmente o objetivo deste desastre? Um dia todos nós saberemos.

A Guarda Costeira americana está proibindo que jornalistas e fotógrafos se aproximem de qualquer local onde se possam observar os efeitos do desastre.

Enquanto isto a fauna, flora e os moradores da região, sofrem com o desastre que levará anos para ser restaurado, a custa da ganância e da manipulação de homens que se dizem os dono do mundo.

Mas quem reina aqui mesmo neste mundo?  “Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno.” 1João 5:19. “Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” 2 Coríntios 2:4. “…porque já o príncipe deste mundo está julgado.” João 16:11.

Assim sabemos pra quem eles trabalham.

Imagens que raramente serão vistas na mídia oficial

Quem limpará suas mãos?

 Fonte: Juízo Final Bloghttp://juizofinal.wordpress.com/