Illuminatis fecham o cerco contra a liberdade no mundo: Internet é uma das vítimas

24/08/2010 01:20

A neutralidade da internet volta a gerar polémica na Europa, Sarkozy volta a carga, numa altura em que o parlamento francês se prepara para aprovar a Lei Loppsi, que permitirá bloquear determinados conteúdos considerados ilegais ou perigosos.
Em causa poderá estar com a aprovação desta lei, acompanhada por outras propostas, a liberdade de expressão dos internautas.
Segundo, o jornal espanhol El Mundo, o senador Jean Louis Masson quer fazer passar um projecto de lei que obrigará todos os internautas a registarem-se antes de escreverem nos blogues.
Já o senador Jean René Lecerf quer ir mais longe e renovar os documentos de identificação dos cidadãos franceses de forma a inserir-lhes um chip.
Desta forma ninguém poderá aceder à internet sem se identificar.
Se a moda pega, não faltará...
Uma coisa é certa, a internet como a conhecemos hoje tem os seus dias contados.
Em Portugal, o cartão de cidadão que veio substituir o bilhete de identidade também tem um chip. Com que fins?
Venderam-nos a ideia que este cartão iria substituir o Número de Identificação Fiscal, a Segurança Social, o Cartão de Saúde, o Cartão de Eleitor e o Bilhete de Identidade. Parecia uma rica ideia, mas para mim é uma forma de nos controlar melhor...
Portugal, 36 anos depois da Revolução de Abril de 1974, alguns dos nomes ligados aos ideais revolucionários traem o espírito da revolução dos cravos vendendo-se ao grande capital, a Bruxelas, a Bilderberg e à Maçonaria, comprometendo o funcionamento do Estado de Direito e a Independência Nacional.
Estes senhores que nos pretendem tutelar estão ligados constantemente a negociatas e à corrupção, por certo que o lugar deles é no xadrez, ao lado dos delinquentes comuns.

Os mesmos senhores estão por toda a Europa à frente dos Governos Nacionais, dos Bancos, das Grandes Empresas e dos Mass Media e ainda nos falam todos os dias em Democracia? 

* No Brasil não é diferente. Esperem pela nova identidade chipada e outras leis de censura contra nós.

Fonte: http://kafekultura.blogspot.com/