O caos na França: Treinamento para a lei marcial. Nova ação de falsos manifestantes?

20/10/2010 00:31

http://photo.lejdd.fr/media/images/societe/social/lyon-manifs-lycees-police/2376931-1-fre-FR/lyon-manifs-lycees-police_pics_809.jpg

ANTP alerta que Sul de França está sem combustível e faltam alimentos

A greve geral em França, que dura há vários dias, está a provocar protestos e a obrigar à intervenção da polícia. Nicolas Sarkozy já avisou que vai reforçar o policiamento.

A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP) avisa os camionistas portugueses para terem cuidado no Sul de França, onde não há combustível e onde já começam a escassear os alimentos.

«Tenham o máximo cuidado nas vias transeuropeias, porque no Sul de França estão a ser alvo de bloqueio», advertiu António Lóios.

Este dirigente da ANTP advertiu ainda que os camionistas devem evitar «abastecer no Sul de França, dado que não há combustível disponível», bem como procurar alimentos, que já começaram a escassear na região.

Apenas é possível abastecer combustível na Bretanha, mas isso pode demorar cinco horas, disse ainda.

Entretanto, o presidente francês anunciou que vai tomar medidas contra os bloqueios e que vai colocar mais polícias nas ruas.

Nicolas Sarkozy sublinhou que numa democracia todos têm o direito a manifestar-se, mas sem violência e sem afectar a vida dos outros.

O Ministério da Educação francês conta mais de 380 liceus afectados pelos protestos contra o aumento na idade da reforma. Os sindicatos fazem contas diferentes: pelo menos 850 liceus foram fechados durante a manhã, bem como cinco universidades.

Os meios de comunicação social franceses relatam violentos confrontos entre estudantes e polícias em Lyon. Na cidade onde vai jogar o Benfica há registos de petardos lançados pelos jovens contra a policia.

Em Nanterre, as imagens dos confrontos mostram perto de 200 jovens de cara tapada a atirar petardos e pedras contra a policia de choque, que reage com uma carga policial.

Em Bordéus, os manifestantes bloquearam o acesso ao aeroporto. Em Nantes, 30 por cento dos voos foram cancelados. Várias refinarias continuam com os acessos bloqueados.

Em Toulouse, fala-se de uma participação recorde nas manifestações contra as reformas do governo: 155 mil na rua, segundo os sindicatos. Já a câmara municipal conta apenas 35 mil. TSF

Os organismos que anunciaram as crises sociais para fim de 2010 desta vez acertaram… o caos está a querer instalar-se em França, se não o está já, vamos ver como acaba esta historia, a coisa está feia,.. falta de combustível é grave, falta de alimento é caótico !

Mais fotos:

http://photo.lejdd.fr/media/images/societe/social/lyon-manifestation/2378633-1-fre-FR/Lyon-manifestation_pics_809.jpg

Ambiente de guerra civil

http://photo.lejdd.fr/media/images/societe/social/feu-raffinerie/2377951-1-fre-FR/feu-raffinerie_pics_809.jpg

Bloqueio às refinarias

http://photo.lejdd.fr/media/images/societe/social/marseille-greve-eboueurs/2376887-1-fre-FR/marseille-greve-eboueurs_pics_809.jpg

O lixo acumula-se nas ruas

Polícias disfarçados desestabilizam manifestações ?


Nestas imagens da Reuters, vê-se uma pessoa quebrando a vitrina de um banco.
Outra pessoa tenta impedi-lo, mas leva um pontapé de um terceiro, que aparentemente tem um bastão da polícia na mão.

Então a pessoa que quebrou a vitrina fica rodeada por aquilo que é apresentado como “anarquistas” (mas poderia muito bem ser outra coisa …) e é enxovalhado pelos manifestantes que lhe atiram objectos.
Será que temos uma clara evidência de manipulação, de infiltração afim de estigmatizar o movimento social?

Este é o melhor meio para dissipar um manifestação e justificar a intervenção da polícia.

Fonte: http://www.provafinal.net/?p=1068