Preparação para a marca da besta: Pulseira com chip substitui dinheiro no Japão

16/11/2010 00:55

Pulseira serve como carteira.

"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis." Apocalipse 13:16 ao 18.

Assim como a nova carteira de identidade microchipada que começará ser distribuída aos cidadãos tupiniquins no mês que vem, os globalistas do Anticristo também criam sua tecnologias pelo mundo para condicionar as pessoas a aceitarem esta nova forma "prática" para comprar e vender. Veja a notícia:

O E-Money Band é uma pulseira fabricada em silicone que armazena “dinheiro eletrônico” em um chip. De acordo com a fabricante, a novidade japonesa é ideal para pessoas que praticam exercícios físicos ou adoram passear com animais de estimação, porém, não suportam carregar carteira ou pochete.

A invenção pode resguardar até US$ 600 dólares em um pequeno chip interno, o qual não interfere na estética do produto. O funcionamento da pulseira é muito simples: ao aproximar o E-Money Band de uma máquina compatível, o valor da compra é descontado dos créditos. Confira o vídeo de divulgação: 

No Japão existe um sistema de pagamento virtual chamado Edy, o qual viabiliza a utilização da pulseira. São milhares de lojas de conveniências no país que já disponibilizam o serviço para seus clientes. Ainda não existe previsão para a chegada desta tecnologia ao Brasil.

Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/6481-pulseira-com-chip-armazena-dinheiro-eletronico.htm