Vai aceitar? Nova identificação microchipada começará a ser distribuída. Eles saberão onde você está!

18/09/2010 01:24

A preparação para a marca da Besta!

Lembre-se: Se fizermos o RIC, seremos rastreados 24 horas por dia. E não diga que você vai deixa-lo em casa, para não ser pego, pois ela vai unir os principais documentos, como por exemplo: CPF, Carteria Profissional e até carteira de motorista. Se você não a fizer, por exemplo, não poderá dirigir, é claro. Aliás esta nova carteira de identificação é mais uma forma de condicionamento psicológico e social, para que as pessoas aceitem por fim, a marca. Agora imagine, este sistema que hoje dizem que é tão seguro, brevemente sofrerá fraudes, clonagens e etc; então para resolver o problema será simples: Ao invés de ter um microchip no cartão, implante-o na sua mão! Simples! Mais uma vez, é a famosa regra de 3 (Ação-reação-solução). Primeiramente a ação será a distribuição deste cartões e os futuros problemas com ele, depois, a mídia e o povo reagirá e clamará por uma solução, daí para solucionar, finalmente será a implantação do microchip na mão ou na testa. Quem viver, verá! Veja a notícia: 

A partir de dezembro, Alagoas, Bahia, Maranhão, Rio de Janeiro, Santa Catarina e o Distrito Federal iniciarão os testes
Os Estados de Alagoas, Bahia, Maranhão, Rio de Janeiro, Santa Catarina e o Distrito Federal serão os primeiros a participarem do projeto-piloto da nova carteira de identidade, chamada de Registro de Identidade Civil (RIC).
A escolha foi feita durante uma reunião realizada nesta quarta-feira, em Brasília, pelo Comitê Gestor do Sistema Nacional de Registro de Identificação Civil, coordenado pelo Ministério da Justiça. A previsão é que sejam emitidos 2 milhões de cartões.
O cartão substituirá gradualmente as cédulas de Registro Geral (RG) a partir de dezembro deste ano com um número único de registro de identidade civil - disponível por meio de um cartão magnético com impressão digital e chip eletrônico. Posteriormente, o RIC poderá agregar a função de outros documentos, como, por exemplo, o título de eleitor, CPF e PIS-Pasep.
O novo cartão incluirá nome, sexo, data de nascimento, foto, filiação, naturalidade, assinatura, impressão digital do indicador direito, o órgão emissor, local e data de expedição e de validade. A substituição do RG pelo RIC será feita ao longo de nove anos.

Contribuição: http://www.youtube.com/user/Marcosezequiel1000

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/cinco+estados+e+o+df+vao+testar+novo+rg+com+chip/n1237778374235.html